logo
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aenean feugiat dictum lacus, ut hendrerit mi pulvinar vel. Fusce id nibh

Mobile Marketing

Pay Per Click (PPC) Management

Conversion Rate Optimization

Email Marketing

Online Presence Analysis

Fell Free To contact Us
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aenean feugiat dictum lacus

1-677-124-44227

info@your business.com

184 Main Collins Street West Victoria 8007

0
  • No products in the cart.
Top

Author: Paulo Moura Paulo

Paulo G. M. de Moura – Cientista Político Prognosticar resultados eleitorais é uma tarefa difícil e arriscada. Conhecer teoria política, saber interpretar pesquisas de opinião e ter alguns anos de experiência sempre ajudam a qualificar o olhar do analista, mas há uma inevitável pitada de feeling que se agrega aos demais fatores para ajudar a explicar quando se acerta a linha de análise de uma eleição. Segundo O Antagonista a consultoria Eurásia acaba de prognosticar em 20% as...

Paulo G. M. de Moura – Cientista Político Quem acompanha eleições no Brasil e no mundo tem sobradas razões para desconfiar das pesquisas de opinião publicadas pelos grandes veículos de comunicação. Em todas as eleições presidenciais brasileiras recentes testemunhamos a fabricação de um clima artificial de opinião em favor das candidaturas alinhadas com o establishment. Empresas de comunicação e bancos contratam pesquisas próprias e, ao publicá-las tentam induzir a opinião pública a corresponder a seus interesses mudando...

Paulo G. M. de Moura – Cientista Político O crescimento de Haddad nas pesquisas despertou atenções, temores e tensões no mercado e nos segmentos antipetista da sociedade. Há risco real de o PT vencer? Há. Mas, os vetores estruturais do processo histórico em curso no Brasil desde 2013 apontam para a derrota do petismo. A última esperança dos segmentos do establishment que não querem nem Bolsonaro nem o PT é inflar Ciro Gomes como potencial adversário de Bolsonaro....

Paulo G. M. de Moura – Cientista Político Quem se der ao trabalho de ler a sequência dos meus últimos artigos aqui no site verá que a linha de análise que venho adotando está se confirmando. Afirmei, entre outras coisas, que essa é uma eleição disruptiva que escapa aos padrões tradicionais desse período recente da política brasileira (http://emaconteudo.com.br/2018/07/05/uma-eleicao-disruptiva/); que há um divórcio entre o eleitor de direita e o PSDB (http://emaconteudo.com.br/2018/08/09/o-divorcio-do-eleitor-de-direita-com-o-psdb/); que poderia ocorrer um fenômeno que...

Paulo G. M. de Moura – Cientista Político Os estudos contemporâneos em Teoria da Comunicação aventam três hipóteses explicativas que podem ajudar a entender como se “fabrica” uma suposta opinião pública nos dias de hoje. São elas as hipóteses da Newsmaking (fabricação de notícias); da Agenda Setting (agendamento de pautas na mídia), e da Espiral do Silêncio. Sinteticamente e assumindo o risco da imprecisão, os estudos sustentam que hoje a produção e publicação de notícias passa por um...

Paulo G. M. de Moura – Cientista Político O atentado contra a vida de Jair Bolsonaro muda radicalmente o cenário eleitoral e é daqueles acontecimentos que leva todos os candidatos a terem que rever suas estratégias e posicionamentos. Até aqui tínhamos um quadro quase estagnado com Bolsonaro liderando as pesquisas seguido de um bloco de candidatos disputando a outra vaga para o segundo turno e um enorme contingente de não-voto (nulos, brancos e indefinidos). Análises mais detalhadas dos...

Paulo G. M. de Moura – cientista político A eleição em curso apresenta uma característica até agora quase imutável: um candidato líder seguido de um pelotão de candidatos mais ou menos embolados nas pesquisas e; por fim, um enorme e decisivo contingente de eleitores no bloco do chamado “não-voto”. Diante desse quandro comentaristas especulam sobre cenários. Cada analista pinça o que lhe convém na tentativa de prognosticar o futuro da eleição mais incerta desde o pleito de 1989. Indistintamente...

Paulo G. M. de Moura – cientista político Durante os anos de polarização PT/PSDB em que o PT carimbou na testa dos tucanos a pecha de “neoliberais” o PSDB foi vendido ao eleitorado brasileiro como um partido de direita e assim foi percebido pela população, com ajuda da imprensa, cujas redações são hegemonizadas por jornalistas de esquerda. O desconforto dos tucanos com essa pecha sempre foi perceptível ao observador atento. Desde as origens o PSDB sempre pretendeu ser...

Paulo G. M. de Moura – Cientista político Disrupção significa a quebra ou descontinuidade de um processo estabelecido. O termo está em voga para caracterizar o impacto das novas tecnologias sobre a vida cotidiana, o mundo do trabalho e a economia. Mas, se todas essas dimensões da vida humana estão mudando sob impacto das novas tecnologias, como imaginar que a política ficaria imune à mudança? Vamos portanto, tentar iluminar algumas dimensões do que se passa na política brasileira...

Paulo G. M. de Moura – cientista político O Brasil vive uma das crises mais graves de toda a sua história. Fruto de treze anos de governos petistas e de políticas econômicas erradas o país mergulhou numa grave situação. Recessão profunda e prolongada, desemprego recorde, perda de renda e capacidade de compra da população, desesperança para com o futuro, descrédito e deslegitimação da classe política e das instituições são os ingredientes que alimentam o estado de espírito...